quarta-feira, setembro 20, 2017

PATRICK PRUGNE - PAWNEE


TRADUÇÃO E LETRAS: PC CASTILHO

DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog

BIRTHRIGHT


DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


VOCÊ ENCONTRA OUTRAS EDIÇÕES AQUI:

LENDAS DO CAVALEIRO DAS TREVAS - GENE COLAN


DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


CURSO BÁSICO DE MANGÁ #2


DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


CHACAL #25


DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


A ESPADA SELVAGEM DE CONAN


DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog



DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


DYLAN DOG (MYTHOS) #13


DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


TARZAN NO PLANETA DOS MACACOS #5


TRADUÇÃO E LETRAS: PC CASTILHO
DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog



segunda-feira, setembro 18, 2017

RESENHA



GRAPHIC MSP
CAPITÃO FEIO
“IDENTIDADE”
Magno Costa e Marcelo Costa
(Panini)

Mais uma agradável edição dessa espetacular série sob a responsabilidade do editor Sidney Gusman.

Desde o começo, a série Graphic MSP tem sido sucesso absoluto entre os leitores, provando que nossos artistas tem talento suficiente para concorrer com o que vem de fora, e que é preciso apenas organização e visão comercial de quem prepara tal material, não basta apenas saber escrever e desenhar, é preciso ter administração. Nem é preciso dizer que nestes quesitos (arte/administração) Maurício de Souza já provou que é mestre. Precisamos deixar registrado aqui que Sidney Gusman também merece o reconhecimento pelo sucesso da obra, afinal de contas a ideia da obra e seleção das equipes criativas são de sua responsabilidade.


O mais legal de tudo é poder ler material contemporâneo com personagens que fizeram parte de nossa infância, que alimentaram nossas fantasias. Tais personagens amadureceram nas histórias apresentadas nas Graphic e apresentam histórias com temas mais sérios e adultos, sem perder aquele ar de infantilidade.

CAPITÃO FEIO chega a surpreender quando percebemos que um personagem que poderia ser considerado banal, ao olhar de um adulto, pode ser comparado a qualquer vilão das grandes editoras Marvel/DC, bastando para isso ser retratado em traços mais realistas, o que os irmãos gêmeos Magno e Marcelo Costa fazem muito bem.


Uma coisa gostosa de se fazer ao ler as histórias dessa série é procurar por referências que os artistas sempre adicionam às histórias. Na página 17, por exemplo, quando o Capitão Feio encontra no lixo um exemplar de uma revista do Capitão Pitoco, é fácil notar que o desenho que ilustra a capa da revista foi baseada na edição de Super-Homem número 1, publicada pela Editora Abril. Na página 36, após perder seus poderes ao levar um banho durante uma tempestade, o nosso querido vilão tenta mover com seus poderes uma lata de extrato de tomate Elefante, que tempos atrás foi responsável por alavancar o sucesso do personagem Jotalhão. Maurício de Souza reconheceu a importância do uso de seu personagem na campanha comercial desse produto e o Magno e Marcelo encaixaram muito bem essa homenagem à história. Na página 42, as referências das revistas retratadas na estante (Chiclete com Banana, Heavy Metal e Maus) mostram o bom gosto dos artistas.

Outra sacada incrível foi o personagem todo de branco, Olimpo (O + Limpo), encarregado pelo prefeito da cidade para capturar o vilão (ou seria o herói?). Limpar as mãos com álcool gel foi demais!


Ouvi alguns comentários, em um canal do Youtube, onde o camarada criticava a edição por não se aprofundar na origem do personagem. Eu já penso o contrário, não se pode “entregar” tudo de uma só vez, como foi dito pelos autores na própria edição, nos extras, que eles queriam contar um pouco da origem do Capitão Feio, sem mostrar o ponto exato da sua transformação. Outro comentário desse camarada foi o questionamento de “por que criar criaturas nos esgotos?”. Se você vive sozinho, rejeitado pela sociedade e mora isolado nos esgotos, por que não criar seus próprios amigos? Que venham outras edições e que em cada uma delas os autores nos apresentem um detalhe a mais, atiçando assim a nossa curiosidade.

Maurício de Souza conseguiu criar um personagem único, com características nunca antes imaginadas, nem mesmo por Stan Lee. Agora é torcer para que essas grandes editoras não “chupem” a ideia. E como de costume, depois ainda entrem com uma ação de plágio contra o nosso personagem tupiniquim.

Falando nessa galera gringa, é impossível não lembrar de Jack Kirby ao se ver a criatura criada pelo Capitão Feio com os resíduos do lixão na página 61.

Assim como O Astronauta, o Capitão Feio também tem potencial para outros volumes na série Graphic MSP. Espero que não demore. Nota 10.


RELATOS DO NOVO MUNDO



RELATOS – A LENDA DE AHAUhttps://www.keeplinks.eu/p55/59be3b1caa3b7


RELATOS – O FEITICEIRO BRANCO
https://www.keeplinks.eu/p55/59be3a0446abc



RELATOS – A EPOPEIA DO CHILEhttps://www.keeplinks.eu/p55/59be3a044a7dc






DAMPYR

As notícias de que DAMPYR voltará a ser editada no Brasil 
estão cada vez mais fortes. Se isso for mesmo verdade e você ainda não conhece o personagem, eis aqui uma grande oportunidade para conhecer o que já foi publicado no Brasil anteriormente:








quinta-feira, setembro 14, 2017

VISITEM NOSSA LOJA VIRTUAL


NOVIDADES SÃO ADICIONADAS
DIARIAMENTE

Acessem:

DOAÇÃO DE REVISTAS...


Quando decidi adotar certas regras para download em nosso blog, deixando os links disponíveis apenas para colaboradores, eu sabia que enfrentaria algumas críticas negativas e até mesmo ataques pessoais. Tudo isto é natural, já que as pessoas estão mal acostumadas em adquirir tudo de maneira muito fácil. O mais interessante é ver essas pessoas tecerem sermões de que estou infringindo direitos autorais, que eu não tenho o direito de fazer isso ou aquilo. O irônico é ver usuários, pessoas que baixam e leem scans, dizerem que estou infringindo direitos, e se esquecem que a partir do momento que fazem uso desses scans também estão ajudando a "destruir" tais direitos.

Mas essas pessoas não me interessam. Quem não estiver interessado em ajudar de alguma maneira, é melhor ficar distante (desta maneira estarão nos ajudando).


O que importa é que um grande número de seguidores continuam firmes, prestigiando os nossos trabalhos e dando aquela força.


E quero deixar bem claro que o HQ Point não visa lucros. Toda e qualquer ajuda recebida é revertida em trabalhos de aproveitamento coletivo dos nossos usuários.


Ninguém é OBRIGADO a ajudar, da mesma forma que eu NÃO sou obrigado a deixar que qualquer um usufrua daquilo que disponibilizo. Estamos aqui para servir aos AMIGOS e não aos FOLGADOS e APROVEITADORES, mais conhecidos como "sanguessugas cibernéticos". E nem adianta vir me acusar de não estar respeitando direitos autorais... todos vocês baixam filmes e músicas na net (ou vão alegar que não são usuários de mp3?)... não queiram bancar os hipócritas e dar uma de "senhor certinho".


Recentemente recebemos algumas colaborações e gostaria de deixar aqui o meu agradecimento ao amigo FRANCISCO FEITOSA, de Itapeva-SP. Ele nos enviou uma grande quantidade de revistas, algumas delas que eu nem conhecia. Já comecei o trabalho de digitalização das mesmas e em breve estarão disponíveis.


Fico aqui pensando em todo o trabalho que deu para separar todas essas revistas, colocar em caixas e despachar tudo pelo Correio, sem levar em consideração o valor de todas essas preciosidades. É nessa hora que eu fico puto com os folgados de plantão.


Quero agradecer também ao amigo Janderson, da Inglaterra, que teve o trabalho de pedir da Espanha uma edição de DAMPYR (com três histórias) e nos presenteou com a mesma. É outro material que em breve estará disponível no HQ Point, devidamente traduzido.


Outra agradável surpresa foi uma belíssima edição de STAR WARS (Artist Edition) desenhada pelo espetacular Al Williamson. Essa quem nos deu foi o amigo Danilo, que mora no Estado de Nevada (EUA). Essa vai dar um certo trabalho para digitalizar (por causa do imenso tamanho), mas vou fazer o possível para compartilhar com os amigos.

A essas pessoas que tanto nos ajuda, o meu mais sincero MUITO OBRIGADO. Espero poder retribuir fazendo um trabalho que agrade a todos vocês.

PC Castilho


quinta-feira, setembro 07, 2017

DAMPYR 66


Tradução e letras: PC Castilho

DOWNLOAD
Link disponível somente para colaboradores do blog


DAMPYR PODE VOLTAR A SER PUBLICADO NO BRASIL


DAMPYR

A série Dampyr se diferencia das produções da editora Bonelli pela forte ideia de continuidade, completamente do oposto que ao que vemos em Dylan Dog ou Tex. Mesmo que exista uma ou outra história solta, a regra é o entrelaçamento da trama. Outro detalhe interessante são as referências históricas e geográficas que dão mais realidade a narrativa como o envolvimento de Kurjak com a Guerra na Bósnia na década de 1990, ou mesmo o aparecimento de pessoas reais como o piloto polonês Godwin Brumowski ou o gangster Bugsy Siege. Outro diferencial na série é a passagem do tempo: em geral um ano, na realidade, corresponde a um ano (12 edições) nos quadrinhos.



Por tudo o que foi falado acima esta é uma série que não podia ser ignorada pelas editoras brasileiras. Infelizmente apenas as 12 primeiras edições foram publicadas pela Editora Mythos entre setembro de 2004 e agosto de 2005. Na Itália já passou da edição número 200. Ou seja, tem bastante coisa para ser publicada sem se preocupar em alcançar o original. Aliás, se alguma editora daqui optar por lançar a edição impressa de Dampyr, sendo lançada uma edição por mês, dificilmente os leitores com mais de 40 anos conseguiriam ler tudo que foi publicado na Itália.



Uma boa opção para resolver esse problema seria criar uma plataforma digital com todo o material editado pela Bonelli (que são milhares, somando todos os títulos) e anualmente lançar edições impressas de luxo.



O PERSONAGEM

Harlan Draka, nascido em 1945 em uma pequena aldeia perdeu a mãe, que morreu no parto, e quase sem nunca ter visto seu pai, cresceu assombrado pela má reputação de ser o filho de uma bruxa. Uma vez crescido, passa a andar errante por diversos países em busca dos Mestres da Noite, uma raça de super vampiros que assombra o nosso mundo e a procurar pelo seu pai, dedicando sua vida à destruição deles, acompanhado pelos fiéis companheiros Kurjak e Tesla, e com a ajuda financeira e moral de Caleb Lost.



OS PODERES DE DAMPYR

A principal característica do Dampyr é o seu sangue, venenoso para os Mestres da Noite e vampiros, e se colocado em contato com as balas e facas, tornam-se letais para os mortos-vivos! Dampyr é capaz de detectar a presença de um Mestre da Noite em uma área específica. Quando ferido, é capaz de se regenerar mais rápido do que o normal. Harlan provou ser capaz, ocasionalmente, de hipnotizar alguns mortos-vivos para se comunicar com o Mestre que os controla. Ao beber o sangue de seus inimigos, Dampyr pode adquirir o conhecimento do vampiro. A quantidade de conhecimento adquirido depende da quantidade de fluido bebido. Outros poderes são revelados no decorrer da série.



Apesar de ter nascido após a Segunda Guerra Mundial, e tem, portanto, mais de sessenta anos, Harlan aparenta no máximo 30. Seu sangue misto retarda o envelhecimento.



PERSONAGENS E AMIGOS

Logo na primeira edição vemos o início de uma grande amizade entre Harlan, Kurjak e Tesla.

Emil Kurjak se alia ao Dampyr quando sua aldeia e seus soldados são mortos por um bando de vampiros a mando do mestre Gorka. Tesla Dubcek é uma vampira recém-transformada pelo bando de Gorka, mas que se rebela e se junta a Harlan em sua vingança. A relação de Tesla com Kurjak é conturbada no início, mas logo ambos passam a confiar um no outro. Ambos personagens se tornam aliados de Harlan em sua cruzada contra os vampiros. Outros personagens se tornam amigos e aliados do Dampyr, mas é a amizade dos três que se sobressai.



Emil Kurjak, é engenheiro e soldado, comandante de um pequeno grupo, filho de uma família de guerreiros das montanhas. Durante as guerras dos Balcãs, onde perde sua esposa e filho, torna-se um soldado perfeito, mas, ocasionalmente, atormentado por escrúpulos de consciência. Quando estava na aldeia de Yorvolak, seus soldados foram atacados e massacrados pelos vampiros de do Mestre da Noite. Ciente de sua existência, passa a acompanhar Harlan em sua missão, tornando-se se melhor amigo. Com seu domínio de armas e meios de transporte torna-se especialmente útil quando as coisas ficam difíceis. Impetuoso, teimoso, pragmático, firme como uma rocha e fiel até a morte. É também ávido leitor de romances de aventura, e não raro dá seu sangue por Tesla.



Tesla Dubcek, uma jovem alemã de orígem tcheca. Fazia parte de um grupo revolucionário, mas depois de ser capturada pela policia em Berlim, foi transformada em vampiro por Gorka, o Mestre da Noite. O encontro com Harlan, que defende os soldados de Kurjak, desperta nela sua humanidade, fazendo-a se rebelar contra Gorka e depois se juntar a Harlan em sua vingança, negando sua raça. Sua agilidade e força física a torna letal contra adversários humanos ou não. O aspecto psicológico de Tesla é particularmente interessante: secretamente apaixonada por Harlan, cujo sangue, no entanto, é o seu veneno, Tesla, muitas vezes se arrepende de sua humanidade passada, e isso expõe seu humor, às vezes, com momentos de melancolia e repulsa por aquilo que ela se tornou. Por algum tempo teve um romance com Kurjak.



Caleb Lost – É da raça dos Amesha (seres de luz, na base das lendas sobre os anjos). Caleb é agente operacional do Bene Club, em Praga. Alto e pálido (baseado na figura de David Bowie). Lidera uma batalha eterna, desde a época das Cruzadas, contra os Mestres da Noite. Sua sede de operação é o Teatro dos Passos Perdidos, localizado na Verlorene Gasse (Lost Highway) em Praga. Ele tem muitos informantes espalhados pelo mundo, e é graças as suas informações que Harlan, Tesla e Kurjak realizam suas caçadas aos Mestres, onde Caleb não pode agir pessoalmente.



Dampyr é publicado na Sérvia (Veseli Cetvrtak), Turquia (Oglak), Grécia (Jemma Press), Eslovénia (Grafart), Finlândia (Banana Artic), Croácia (Faixa de agente), França (Claire de Lune), Alemanha (Kult Editionen) , Espanha (Aleta Ediciones). Chegou a ser publicado no Brasil e Estados Unidos (neste último caso, a publicação foi interrompida no n º 8).



Conversas de bastidores dão conta de que possivelmente DAMPYR volte a ser editado no Brasil. Eu mesmo tenho muita vontade de lançar uma revista do personagem em edições especiais de luxo, em formato especial e capa dura. Para isso é preciso primeiro um trabalho de divulgação do título, levando as histórias de Dampyr para o maior número de leitores possíveis e depois fazendo um levantamento se realmente seria viável arcar com as despesas de uma edição impressa.



Então, se você é fã de Dampyr e apoiaria uma edição impressa, deixe aqui o seu comentário.


DIVULGAÇÃO...


 JACK KIRBY, O CRIADOR DE DEUSES
Autor: Roberto Guedes
Editora Noir (editoranoir.com.br)
220 páginas

Este livro não é para quem gosta de histórias em quadrinhos. Vai agradar aqueles que se interessam por cultura pop, cinema, indústria do entretenimento, etc. Um dos mais importantes pesquisadores do universo dos super-heróis no Brasil, o jornalista Roberto Guedes humaniza o quadrinista americano Jack Kirby de forma singular, sincera, cativante e emocionante. E torna o criador do Capitão América e do Quarteto Fantástico, entre outros, mais interessante, ao expor suas fraquezas, travestidas de um ego inflamado desnecessariamente. Ele não precisava disso, pois, fazia tempo, tornara-se uma lenda. Nessa narrativa cuidadosa e competente, estão todas as facetas de um artista conturbado, mas cujo comportamento era típico dos verdadeiros gênios.


Mais um exemplar para enriquecer a minha já valiosa coleção de livros sobre quadrinhos. Garantia de uma leitura prazerosa e enriquecedora. Tá esperando o quê para adquirir seu exemplar? Entrem em contato com a Editora Noir e faça logo o seu pedido...


Vai se arrepender se não comprar sua edição.